No dia 29 de setembro, em jogo contra o CSA na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro de 2019, o Santos lançou um uniforme todo preto em homenagem aos jogadores negros que fizeram parte da história do clube. Mas a homenagem não parou por aí, o Santos foi além e decidiu criar uma minissérie de quatro episódios intitulada “Time de Branco e de Preto”, que discorre um pouco sobre sua luta contra o racismo e evidencia a importância dos craques negros que foram fundamentais para a construção de uma história repleta de títulos. Entre os nomes citados estão Pelé, Coutinho, Dorval, Serginho Chulapa, Robinho, Neymar,  entre outros ídolos do clube.

A minissérie “Time de Branco e de Preto” é narrada pelo rapper Emicida, que é torcedor do Santos, e está no ar nos canais oficiais do clube: Youtube, Facebook, Instagram e Twitter. Os episósidios 1 e 2 já foram lançados. O primeiro, intitulado “Desde Sempre Alvinegro”, conta a história de Milton e Esmeraldo, os primeiros jogadores negros a vestirem a camisa do Santos, já o segundo episódio, “Meus sonhos são negros, e isso não é ruim”, exalta o time dos anos 60 e seu ataque avassalador que conquistou o mundo. Na quarta, dia 2, e na quinta, dia 3, às 11h, serão lançados os dois episódios restantes.

Confira os primeiros episódios abaixo.

Anterior Coletivo Pink traz intervenções artísticas e atividades educativas sobre o câncer de mama para a Casa das Rosas
Próximo Espaço que reúne loja, bar e restaurante em SP vai transformar bitucas de cigarro em pranchas de surfe

Nenhum comentário

Deixe uma resposta